Ninho Verde II é inspiração para criação de arte

Com a pintura como hobby, filha de moradora do NVIIER diz que “se desconecta do dia a dia” quando está no empreendimento.

07/11/2019

Ninho Verde II é inspiração para criação de arte

A arte é uma manifestação que se apresenta de diversas maneiras. Muitas vezes, é usada como uma forma de expressar a cultura de um povo ou um lugar. Mas a arte também é o hobby de outras várias pessoas, que a usam para relaxar. É nesse último caso que se encaixa a Ludmilla Müller. Filha de moradores do Ninho Verde II, ela enxerga – e sente – o empreendimento como fonte de inspiração.

“Meus pais moram no Ninho Verde II, e toda visita é um momento para criar algo. Quando estou no empreendimento, me desconecto da loucura do dia a dia, sabe? Uma forma de relaxar”, disse Ludmilla.

Comunicadora e estudante de Relações Públicas, atualmente ela mora em São Bernardo do Campo, trabalha em São Paulo, e visita os pais sempre que possível, principalmente aos finais de semana e feriados. Para ela, estar no Ninho II e pintar são, praticamente, formas de terapia.

“A rotina de São Paulo, com o tanto de tempo que a gente passa correndo, na agitação, é uma loucura. Quando estou no Ninho, acontece uma desconexão. Saio dessa velocidade, da ansiedade do dia a dia. Sentir a energia boa que o lugar transmite, tudo sempre muito bonito, é super legal”, falou. “Faço pinturas de coisas aleatórias, nunca fiz nenhum curso, nem nada. É só uma forma terapêutica de relaxar, mesmo”, completou a jovem.

O gosto pela arte vem de família, já que a mãe da Ludmilla, Loredana Müller, também é adepta e produz artesanatos, como tapetes, velas e pinturas em gesso, em sua casa no Ninho Verde II.

Nós, do Permita-se Viver, entendemos perfeitamente a Ludmilla!

E você, tem alguma história legal para compartilhar? Mande pra gente aqui nos comentários!

leia mais:

Momentum
Voltar ao topo
SUCESSO 
 
texto
mensagem
texto